quinta-feira, agosto 04, 2011

New York Times volta a colocar Rafinha Bastos na manchete


O apresentador do "CQC", Rafinha Bastos, está com tudo! Após ser considerado o homem mais influente do mundo no Twitter pelo jornal americano "The New York Times", a versão on-line da publicação voltou a destacar o humorista, desta vez para colocá-lo como um dos precursores da stand-up comedy no Brasil.

Ao lado de Marcelo Mansfield ("Agora é Tarde"), Marcela Leal ("Vitrine do Riso"), Danilo Gentili ("CQC" e "Agora é Tarde"), Marco Luque ("CQC") e Diogo Portugal, o também apresentador de "A Liga" é descrito como um comediante moderno, sarcástico e que não tem medo de ser julgado por suas piadas. A opinião é reforçada pelo colunista Larry Rohter: "Em contraste com seus antecessores, favorecidos pelas sketchs e ‘piadas pastelão’, os comediantes mais jovens estão abraçando a stand up e conquistando a audiência em um país de 200 milhões de habitantes.”

Em um segundo momento, o vice-presidente da Viacom Networks Brasil, Álvaro Paes de Barros, fala sobre o mercado de comédia no Brasil, a influência do humor americano, as principais características dos humoristas brasileiros, e, claro, valoriza do trabalho de Rafinha, principalmente quando o assunto é a forma como o comediante utiliza a internet para se promover.

Clique aqui e confira as matérias na íntegra (em inglês).

O jornal promete falar mais sobre o assunto em sua versão impressa de domingo. É esperar para ver.

Nenhum comentário:

Postar um comentário