sábado, agosto 20, 2011

Silvio Santos diz que venderá tudo, menos o SBT


Silvio Santos emocionou os funcionários do SBT na tarde desta sexta-feira (19), ao comemorar os 30 anos de aniversário de sua emissora. O empresário e comunicador participou dos festejos no pátio da sede do SBT, na Anhanguera, para mais de quatro mil funcionários e foi o responsável pelo discurso de encerramento.
Os presentes ouviram palavras emocionadas de Silvio Santos, que ressaltou a importância de cada um dos funcionários para a construção do SBT e ainda declarou que se desfaz de tudo, menos da emissora, que é a sua “grande família”. “Eu vou vender o Baú, eu vou vender a Jequiti, vou vender a Telesena, mas vou continuar com a minha grande família que é o SBT”, declarou ele.
As comemorações começaram logo cedo. Desde às 8h, os colaboradores já estavam em clima de agito para a comemoração de seus 30 anos. A festa teve início com a distribuição de camisetas comemorativas e cupons para participação de um sorteio. Os funcionários ainda participaram de um almoço servido no pátio central da sede. No cardápio, minipizza, hambúrguer, pipoca, crepe, churros, e outros petiscos saborosos.
André Vasco foi o mestre de cerimônias e anunciou a surpresa do dia, a banda RPM, liderada por Paulo Ricardo. O show durou por cerca de duas horas, com músicas antigas e novas do repertório da banda. Antes do encerramento, os funcionários que completam 30 anos de casa receberam um troféu direto das mãos de Silvio Santos. A festa só terminou perto das 17h, com uma grande queima de fogos. 
Confira frases do discurso de Silvio Santos:
“Eu acho que fui abençoado pela sorte. Uma das maiores sortes que eu tenho é fazer com que meus funcionários me admirem, e eu tenho um carinho todo especial pelo SBT. Eu posso garantir a vocês que eu nunca tinha ido ao meu banco (referindo-se ao Banco Panamericano). Aqui mesmo na Jequiti eu fui uma nica vez. Mas eu nunca deixei de vir ao SBT. Os meus filhos de coração são vocês que trabalham junto comigo diariamente.
“Embora muita gente ache que é uma piada quando eu falo isso, quando eu comecei a minha carreira eu era camelô, e eu tinha vontade de ser o melhor camelô. Eu me esforçava tanto que eu ganhava três salários mínimos por mês, isso quer dizer que eu era um bom camelô.”
“Hoje estamos fazendo 30 anos, vocês já sabem que nada dura muito tempo, eu até já acho que estou durando mais do que eu devia. Quando eu digo que tenho 80 anos o pessoal fala: ‘mas você já está muito bem’. Realmente, eu estou muito bem, mas não espero voltar aqui quanto estiver com 90 anos. Eu posso até voltar pra sentar numa cadeirinha lá e olhar vocês, mas não voltar pra continuar falando com vocês, me dirigindo a vocês, continuar tentando orientá-los, e tentando ser orientado por vocês.”
Relembrando o que falou para o Fundo Garantidor de Crédito no final do ano passado: “Eu vou vender o Baú, eu vou vender a Jequiti, vou vender a Telesena, mas vou continuar com a minha grande família  que é o SBT.
A diretora artística do SBT, Daniela Beyruti, filha de Siolvio Santos, também fez um discurso em homanagem ao comunicador em nome dos funcionários: 
“Como filha, funcionária, quero honrar você, pai. Com a excelência que você nos trata, e trata seus telespectadores, seus funcionários, eu espero que a gente, sua turma de retaguarda que trabalha com você, possa transmitir aos telespectadores, o mesmo carinho e a mesma alegria e dedicação que você vem dando a todos durante esses anos. Junto com você quero construir o SBT ainda mais lindo, cheio de alegria. E marcar a história das pessoas. Essa é uma característica do SBT, que entra na casa das pessoas e marca a família inteira, há muitos e muitos anos.”

Nenhum comentário:

Postar um comentário