sexta-feira, outubro 14, 2011

Começa contagem regressiva para a cerimônia de abertura do Pan

Competição terá 518 brasileiros entre os mais de 6.000 atletas

atletas montagem pan 700Montagem/R7
Cesar Cielo, Thiago Pereira, Fabiana Murer, Maurren Maggi, Leandro Guilheiro e Roseli Feitosa: apenas seis das muitas feras do Brasil em Guadalajara
Publicidade
A espera está quase acabando. Daqui a pouco, a partir das 22h (no horário de Brasília), começa a grandiosa cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos, que será realizada no estádio Omnilife. A festa abrirá a 16ª edição do evento, que tem transmissão por Record, Record News e R7, e promete colocar o esporte brasileiro em um alto patamar a menos de um ano da Olimpíada de Londres.


A cerimônia de abertura vai atrair a atenção das Américas para um evento com números impressionantes, a começar pelo número de atletas brasileiros: 518. No geral, serão quase 6.000 esportistas de 42 países.

Outras marcas envolvem a transmissão. A Record terá cerca de oito horas por dia de eventos ao vivo, somadas às 12 horas na Record News e no R7, que dará a oportunidade para os internautas acompanharem em tempo real os vídeos das provas, os resultados e o quadro de medalhas.

Os atletas poderão ir andando da Vila Pan-Americana ao estádio da abertura, distantes cerca de 700 metros um do outro. As delegações entrarão no estádio do Chivas Guadalajara em uma festa cheia de luzes, música e astros.

Na parte musical, a abertura do Pan terá o Maná, grupo de pop rock mexicano que faz sucesso em toda a América Latina, inclusive no Brasil. Além da banda, estarão no estádio Omnilife nomes como Juanes, Vicente e Alejandro Fernández. Não poderiam faltar também os mariachis, que tocarão muita música típica da cidade do Pan.



Hugo Hoyama, do tênis de mesa, será o porta-bandeira da delegação brasileira. Maior vencedor de ouros em Pans da história do Brasil, com nove títulos, o atleta travará uma batalha pessoal com o nadador Thiago Pereira, que tem seis ouros até agora e nadará oito provas em Guadalajara.

O Brasil possui outros desafios no México. Entre eles: ameaçar Cuba na vice-liderança do quadro de medalhas, classificar o maior número de atletas possível para os Jogos Olímpicos de Londres e superar a Argentina no quadro histórico de medalhas. Se os brasileiros ganharem 20 ouros a mais do que os hermanos, passarão à frente.

A delegação brasileira em Guadalajara está recheada de estrelas, a começar pelos campeões olímpicos Cesar Cielo, da natação; e Maurren Maggi, do atletismo. Além deles, os campeões mundiais Fabiana Murer (atletismo), Felipe França (natação), Bruninho (vôlei), Roseli Feitosa (boxe), entre outros, abrilhantarão a delegação brasileira.

Nos próximos 17 dias, o Brasil terá o melhor de seu esporte brigando por medalhas no México. São nove atuais campeões olímpicos e 16 campeões mundiais, em 46 modalidades diferentes.

De acordo com os organizadores, a grandiosidade da festa de abertura poderá ser certamente comparada à abertura de uma Olimpíada. Todos garantem um belíssimo espetáculo repleto de pura tecnologia.

Uma das autoridades presentes à abertura será o presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), o belga Jacques Rogge, que nesta sexta visitou os estúdios da Rede Record em Guadalajara.

A Rede Record transmite os Jogos Pan-Americanos de Guadalajara com exclusividade para a televisão aberta, ao lado da Record News. O R7 tem transmissões ao vivo das competições e uma cobertura completa dos eventos.

A emissora também mostrará a Olimpíada de Londres 2012 com exclusividade na TV aberta brasileira, e também pela internet. A Record detém ainda os direitos de transmissão dos Jogos Pan-Americanos de Toronto 2015 e da Olimpíada do Rio de Janeiro 2016.Fonte R7.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário