sábado, outubro 01, 2011

Vereador tira a roupa e tumultua sessão na Câmara de Maringá


Uma situação inusitada acabou forçando a suspensão da sessão na Câmara da Maringá na tarde desta quinta-feira (29). O vereador John Alves (PMDB) tirou a camiseta no meio do plenário, impedindo a votação do projeto que revoga a exigência de um cadastro para a construção de casas geminadas. Na terça-feira (27), Alves conseguiu reunir oito assinaturas para que o Projeto de Lei Complementar (PLC) tramitasse em regime de urgência. No entanto, na manhã desta quinta-feira (29) o vereador desistiu da ideia e encaminhou um ofício solicitando o arquivamento do pedido de No entanto, a Mesa Diretora recusou o pedido, já que apenas três assinaturas haviam sido retiradas. O mínimo exigido para que um projeto seja protocolado em regime de urgência é de cinco assinaturas. Mesmo justificando que não poderia comparecer na sessão por motivos pessoais, Alves apareceu na câmara trajando camiseta rosa e calça jeans. O presidente do legislativo, Mário Hossokawa (PMDB) pediu ao colega que deixasse o local por não estar cumprindo o regimento interno do legislativo, que exige a utilização de paletó e gravata pelos vereadores do sexo masculino. Em meio a discussão, Alves tirou a camiseta, para espanto de quem estava no local. A maioria dos vereadores deixou o plenário. Sem o quórum mínimo de oito vereadores, a sessão foi cancelada.urgência.

Nenhum comentário:

Postar um comentário