domingo, janeiro 22, 2012

Advogado de pedagoga de Taubaté admite farsa da megagravidez


O advogado da pedagoga Maria Verônica Aparecida César Santos, 25, confirmou nesta sexta-feira em entrevista coletiva em Taubaté (140 km de SP) que ela não está grávida de quadrigêmeas. Enilson de Castro, que assumiu o caso hoje, não revelou o motivo da farsa, mas disse que sua cliente está muito abalada com a situação. Maria Verônica não compareceu à entrevista, mas o advogado disse que ela vai se apresentar à polícia na próxima semana.
O local onde está a família será mantido em sigilo, segundo Castro, para evitar o assédio da imprensa. O advogado disse que familiares da pedagoga agendaram uma consulta médica para ela hoje, mas ele não soube dizer com que especialista.
Nas últimas semanas, Maria Verônica haviaposado para fotos e aparecido em programas de TV como futura mãe de quatro bebês. O parto estava marcado para hoje, mas quando a data foi se aproximando ela parou de dar entrevistas.
suspeita sobre a megagravidez surgiu após médicos que a atenderam em agosto do ano passado mostrarem exames. Eles disseram que ela não estava grávida na ocasião.
Segundo o advogado, ela estaria usando uma barriga postiça de silicone ou de espuma coberta por tecidos para forjar a gravidez.
Até a revelação de hoje, o então advogado da mulher dizia que sua cliente não estava dando entrevistas porque estava em repouso por orientação médica. Ela não revelava o nome de seu médico alegando motivos pessoais. 
 A Polícia Civil civil já havia aberto inquérito para investigar Maria Verônica, e afirmado que a pedagoga poderia ser indiciada sob suspeita de falsidade ideológica e até estelionato caso a gravidez não fosse comprovada.
Segundo o delegado seccional de Taubaté, Ivahir Freitas Garcia Filho, a decisão de abrir o inquérito se baseou na "comoção pública" que o caso gerou. Dias atrás, a pedagoga disse que contava com a ajuda financeira de conhecidos para fazer as compras necessárias.

O advogado Castro disse hoje que as doações recebidas serão devolvidas, mas não soube precisar quanto chegou a ser entregue. Ele confirmou apenas ter visto "berços" na casa da família.
Estava marcado para a próxima semana um exame no IML (Instituto Médico Legal) para confirmar a gestação. Maria Verônica e o marido, Kleber Eduardo Vieira, 37, também devem prestar depoimento à polícia. Ele disse à TV Record que fez vasectomia depois do nascimento do primeiro filho do casal, de quatro anos.
BLOG
A administradora de empresas Ana Paula Mückenberger Alves, 29, de Blumenau (SC), acusa Maria Verônica de ter mostrado o ultrassom de seu filho em uma reportagem na TV.
A administradora diz que uma montagem com quatro imagens do feto estava num blog que mantém desde a gestação. Ela diz que vai processar a pedagoga. 


Fonte da Noticia:Folha Uol

Um comentário: