quinta-feira, março 22, 2012

Polícia prende dupla suspeita de integrar 'gangue das loiras'


Wagner, ao centro, é acusado de liderar a quadrilha; Monique, sua mulher, era a única morena. Foto: DHPP/Divulgação

A polícia prendeu, na manhã desta quinta-feira, um homem e uma mulher suspeitos de integrar a 'gangue das loiras' - um grupo formado por mulheres de classe média alta responsável por roubos e sequestros-relâmpago na região da capital paulista. A dupla foi presa na Praia Grande, no litoral sul paulista.
Os dois presos foram localizados por policiais do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) e identificados como Wagner de Oliveira Gonçalves, procurado pela Justiça por sequestros, e Monique Scasiota, mulher de Wagner e a única morena da 'gangue'. Eles foram trazidos para a capital paulista, onde prestariam depoimento. Por volta das 13h30 a dupla foi encaminhada ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na região central de São Paulo.
O esquema da "gangue das loiras", investigado há cerca de dois meses, foi apresentado na terça-feira pelo DHPP. Segundo a apuração, o grupo abordava mulheres que aparentavam ser ricas em estacionamentos de shoppings e supermercados nas zonas sul e oeste de São Paulo.
Até hoje, somente uma integrante da quadrilha havia sido presa: Carina Vendramini, 25 anos. De acordo com a polícia, ela foi capturada em Curitiba, onde morava e tinha emprego fixo. Conforme a investigação, ela viajava a São Paulo exclusivamente para praticar os crimes. Todos os demais suspeitos de integrar o grupo já foram identificados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário