segunda-feira, maio 27, 2013

Caixa com suposta bomba deixada em banco de Sarandi tinha agenda e objetos pessoais

Policiais do Esquadrão Antibomba da Polícia Militar do Paraná explodiram às 14h50 desta segunda-feira (27) uma caixa que foi deixada no domingo (26) à tarde dentro da agência do banco HSBC, na área comercial de Sarandi, região metropolitana de Maringá. Dentro da caixa estavam uma agenda e outros objetos de uso pessoal, que foram levados para o laboratório do Esquadrão de Bombas, em Curitiba, para perícia.
A suspeita de que pudesse haver explosivos na caixa mobilizou a polícia desde às 9 horas, quando um gerente da agência estranhou a presença da caixa e acionou a PM. O Esquadrão Antibomba deslocou-se da Capital do Estado em um avião da PM e o isolamento da área envolveu praticamente todos os policiais da 4ª Cia. PM, todo o efetivo e viaturas da Guarda Municipal de Sarandi, Corpo de Bombeiros e ainda o pelotão Choque, do 4º BPM.- Diario do Norte- Luiz Carvalho
Ricardo Lopes
Agente do Esquadrão Antibomba se encaminha para a agência do HSBC de Sarandi

Como o HSBC fica na esquina da Avenida Maringá com Rua José Eduardo Gusmão, foram isoladas quatro quadras da Gusmão, duas da Maringá, duas da Rua Jacanã e outras duas da Salvador Jordano. Moradores dentro desta área foram retirados e todas as empresas foram fechadas até por volta das 15h30.
"Agora, com a perícia do material que estava na caixa e mais as imagens colhidas pelas câmeras do banco, a polícia vai descobrir o autor desta brincadeira de mau-gosto, que causou tanto transtorno para a cidade, mobilizou todo o aparato policial de Sarandi e ainda cauzou grande prejuízo a mais de 100 estabelecimentos comerciais", disse o comandante da 4ª Cia., capitão Gilson Machado Dias Fonte:Blog do Hilario

Nenhum comentário:

Postar um comentário